Tuesday, October 11, 2005

E cá está um post escrito directamente da fossa. Este fim de semana, nem eu sei bem porquê, foi dos piores dos últimos tempos; para mim e para o Citrus, segundo parece. Estamos os 2 na fossa :\ Acontece a todos, e então aos que pensam demais na vida contece ainda mais... :P E juntem logo 2 assim que o resultado é fantástico. Ficamos mesmo a ressacar da vida. Pensar muito só dá chatice; parece estupidez mas é mesmo assim. Quem me dera de vez em quando ser mesmo tão palerma quanto dou a parecer, pelo menos assim tenho a certeza que não tinha nem metade das preocupações que tenho agora. Só mesmo os tolos é que são felizes :P Enfim. A semana, então, não começou da melhor maneira mas aos bocadinhos vai-se compondo. Ontem eu e o Citrus lá chegamos às aulas, segundo nos disseram estávamos perfeitamente em sintonia com o tempo (acho que deve estar assim por todo o lado... cinzento, chuvoso, ventoso e lamacento lol), e conseguimos arrastar-nos até às aulas. A primeira aula, para minha surpresa, foi terrivelmente engraçada. Ora ali está um profe por quem eu costumava nutrir um certo desprezo a dar uma aula porreira e até a captar-me a atenção ^_^ O homem estava um colosso, ele era piadas e tudo, ele fazia caras estúpidas e umas palhaçadas que de certeza tinham sido suficientes para me pôr à gargalhada se eu estivesse com um humor melhor xD deve ter sido das minhas aulas favoritas. Nunca pensei que Aquacultura fosse tão divertido. Parecia um espectáculo de stand up comedy... e fiquei com esta opinião mesmo estando tão maldisposta. A aula seguinte era com o profe mais aborrecido que tenho, o que não serviu para me animar, mas depois quando chegamos lá descobrimos que não era ele a dar a aula e sim uma nova professora que era muito mais enérgica e animada e tudo o mais. Boa sorte outra vez! Outra aula que se passou bem, podíamos era ter falado de outras coisas porque o assunto girava demasiado à roda de "recolha de fezes" para o meu gosto :P Tivemos de ver lá umas fotografias de umas vacas com buracos e coisas do género - don't ask. Eu e o Citrus decidimos que precisávamos de nos animar e quisemos ir ao cinema. Falamos com a Pura e a Pata, que concordaram, e por isso fomos para o Norteshopping. A Pura e a Pata tentaram tirar nabos da púcara e descobrir o que se passava connosco, mas não conseguiram :P Já não era cedo quando chegamos ao shopping, almoçamos e conversamos mais um bocado (elas não desistiam de insistir connosco para dizermos o que se passava :P) e depois lá fomos escolher o filme. Mas nenhum era adequado >_< quando já tinhamos mais ou menos decidido que queriamos ver o "40 year old virgin", descobrimos que o raio do filme era só às 16h30 e também não nos apetecia esperar tanto. Fomos para a Fnac vegetar durante um bocado e acabamos sentados na secção das crianças a ler o Diário de Sofia. Aquele livro nunca falha no que se trata a animar. Só sei que a cada página nos rebolávamos de riso pelo chão. Aquela Sofia é uma bela peça, é :P Não sei como é que já há 7 livros daquela porcaria. Também demos uma vista de olhos por um dos Morangos com Açúcar, que também tinha muita piada mas sinceramente não chegava ao nível do Diário de Sofia :P Agora que penso nisso estávamos a dar um bocado de mau aspecto, sentados no chão da secção de crianças a ler aquilo em voz alta e a fazermos comentários ordinários em voz ainda mais alta e depois a rirmo-nos à parva. Depois de mais umas análises livrescas, eu e o Citrus voltamos ao estado inicial pensativo e vegetativo e sentamo-nos num banco com um ar um bocado miserável (nós é que tínhamos ar miserável, não o banco :P). Às tantas já eram para quase 17h e decidimos que era melhor ir embora. O resto do dia não tem muito... aliás, não tem nada que se lhe diga. Hoje chegamos à faculdade ao mesmo tempo apenas para descobrirmos que ainda estávamos na mesma :\ Não me estava a apetecer mesmo nada pôr os pés na aula da manhã, e quando descobrimos que a aula prática da tarde era na Foz decidimos mesmo não ir. Assim sempre tínhamos mais tempo para almoçar e vaguear por ali. A Pura e a Pata saíram da aula delas e lá fomos vaguear. O Citrus mostrou-nos as fotografias de uma aula de campo que fizeram e fartamo-nos de gozar com aquilo. Havia montes de fotografias parvas que não tinham nada a ver lol pelos vistos a máquinda do professor tinha sido tratada como uma "máquina da comunidade" e havia quem se tivesse divertido a tirar fotografias de que não estavam de forma nenhuma relacionadas com a aula. Tudo bem e muito bonito e tal, mas habilitaram-se a ter quem fizesse pouco daquilo, porque não se devem ter lembrado que as fotografias iam estar disponíveis para toda a gente ver :P Fomos almoçar mais cedo, o Vício foi ter connosco e pusemo-lo ao corrente de todas as aventuras do Diário de Sofia que tínhamos lido no dia anterior, incluindo a parte em que ela disse que o Professor de Educação Física dela lhe tinha apalpado as mamas (duvido que isso tenha aparecido na série lol). Eu e o Citrus tivemos de sair mais cedo para ir então para a Foz. É o que dá ter o puredo todo desmembrado (salvo seja), mal nos vemos uns aos outros e quando vemos é quase sempre a correr. Se bem que no meio disto tudo eu e o Citrus nem estamos mal... no nosso ramo não temos muita razão de queixa, sempre estamos os dois juntos, o que é óptimo, e há mais um pessoal porreiro. Mas é um ramo que está mais ou menos dividido em 2 grupos de pessoas que quase não se falam, o que não deixa de ser estúpido. But I could care less. A minha metade é muito boa, a outra sinceramente quero lá saber. A caminho do autocarro juntamo-nos a mais 3 colegas nossas e lá fomos para a Foz. A viagem foi muito engraçada, fartamo-nos de rir, eu então fiquei meia histérica, numa altura comecei-me a rir mesmo descontroladamente quando estávamos a dizer que com o mau tempo que estava ainda vinha uma vaga do mar e nos matava a todos (as instalações da Foz são mesmo juntinho à praia, se estivermos lá em dia de tempestade ainda morremos lol ainda por cima com o Vince, cuidado, hã? :P) e o Citrus se pôs a imitar uma colega minha que está sempre a fazer perguntas sobre os peixes ao profe, tipo nós a morrer e ela a perguntar ao profe se não fazia mal os peixes de aquacultura irem parar ao mar xD foi um cenário tão estúpido que eu não parei de rir para aí durante 5 minutos. A viagem ainda demorou uma boa meia hora, mas como estivemos sempre na risota passou-se bem. Quando chegamos à Foz entramos nas instalações, que fediam mais a peixe do que de costume, e fomos esperar para a minúscula salinha que eu não sei para que é que serve, mas enfim. Tem uns microscópios e tal, mas mais nada de jeito. Sentamo-nos lá e continuamos na conversa até às 14h15, quando o professor chegou. Quando ele chegou queixamo-nos mais um bocado sobre termos de fazer uma viagem de meia hora (com sorte) para ter aula quando só temos 1 hora para almoçar, sobre o anfiteatro onde temos aulas estar todo podre, sobre as propinas e tal, como se o profe tivesse culpa daquilo tudo :P lol nós ao menos aproveitamos todas as aulas para nos queixarmos. Já eram para aí 14h30 quando começamos a aula em si, despachamos a primeira parte para aí em 10 minutos e depois tivemos de esperar mais 1 hora para as amostras estarem para lá a digerir, e este intervalo também foi muito bom. A minha metade da turma foi para a salinha conversar mais um bocado, e falamos de coisas tão diversas como arrastadeiras, vomitanços, brinquedos, as diferentes maneiras de dizer uma mesma coisa consoante as zonas do país (tipo afiadeira vs. aguça, safa vs. borracha, arrastadeira vs. aparadeira... faltou o clássico ténis vs. sapatilhas, mas fica para a próxima :P), calinadas e muitas outras coisas. Não sei como é que caiu ali de páraquedas uma comparação entre uma pessoa a fazer a número dois, if you know what I mean, e um trabalho de parto, o que é certo é que me escangalhei a rir quando uma colega minha pensou que estávamos a falar de partos e disse que "de vez em quando tinha de ser a ferros", mas nós estávamos era a falar do número dois, que de facto não convém muito que seja a ferros xD Também me fartei de rir com uma cena que uma colega minha disse que não sei porquê me fez lembrar o Seinfeld, estávamos a falar dos condutores de autocarro aceleras que há por aqui na cidade, e ela disse "Não percebo é porque é que eles vão tao depressa... afinal para onde é que eles vão? Qual é a pressa?". Parece que já estava mesmo a ver o Seinfeld a fazer stand up sobre isso. Porque no fundo é verdade. Para que raio é que eles andam tão depressa? Não vão para lado nenhum. Eles só têm de chegar a horas, não precisam de chegar à última paragem 20 minutos antes. Têm tempo. Só se houver concursos entre os condutores de cada linha para ver quem consegue fazer o percurso em menos tempo... Enfim, não percebo. Não sei se é assim em todo o lado, mas há alguns por aqui que têm a mania das velocidades. O objectivo deles deve ser ver quantos passageiros conseguem atirar ao chão numa só curva, ou assim :P Também foi assim uma horinha que passou a correr :) Depois fomos acabar o trabalho, mas quê, naquela merda de laboratórios nem cabemos todos ao mesmo tempo... deixamo-nos ficar os 5 para trás, ao pé da porta, e continuamos na boa, na conversa. Às tantas começamos a falar de chocolate e devemo-nos ter entusiasmado porque de repente uma colega minha estava a falar de Nutela mesmo alto e quando demos por ela toda a porção da turma que estava a trabalhar (e o professor) estavam feitos borregos a olhar para nós. Eu quase não me controlei, estava a ver que ia mandar grande gargalhada, então quando um colega meu me fez assim um olhar tipo reprovador só me apetecia rir. Eu, ela e o Citrus estávamos de frente para esse pessoal, foi muito mau lol as outras duas estavam de costas e não se aperceberam bem do que tinha acontecido, só nos viam a rir, a outra rapariga a tentar esconder-se e a disfarçar, a fingir que estava a falar do teor de proteína bruta da Nutela. Eu devo ter ficado vermelha como um pimento só do esforço de não me rir na cara do profe. Enfim, eventualmente eles deixaram de nos prestar atenção e continuamos a conversar sobre chocolates até que tivemos de ir fazer alguma coisa por nós abaixo. Foram umas titulaçõezinhas dementes (eu isso não fiz porque já tinha posto o ácido bórico ao início, ah pois é) e estava o trabalho despachado. Quase 2 horas e meia que espremidas davam, quando muito, meia hora de aula :P Isto é que é rendimento. Lá saímos, o pessoal que ia ter aulas nos Leões às 16h30 já estava com o horário apertado, mas quando chegamos à paragem estava mesmo a chegar o autocarro que era preciso. Só que o sacana não parou! Então eles começaram a correr que nem loucos atrás do autocarro. Às tantas pararam porque pensaram que o autocarro não ia parar, mas quando eles pararam e vinham para trás, o autocarro parou mesmo, a rapariga que estava mais perto do autocarro chamou o pessoal que estava mais para trás e eles começaram a correr outra vez atrás dele, só que nessa altura já o puto do autocarro estava a andar outra vez. Eles correram e o autocarro acabou por parar nuns semáforos, eles lá iam atrás dele mas o homem não lhes abriu a porta; então quando eles vinham para trás o autocarro começou a dar uma curva e abriu as portas lol eles repararam e começaram outra vez a correr e lá acabaram por entrar, mas habilitaram-se a ser atropelados, o autocarro estava a dar uma curva no meio da rua, ene carros a passar e eles feitos loucos a correr pela rua atrás do autocarro. Foi um cenário um bocado surreal. O resto das pessoas que não quis arriscar a vida para chegar a horas decentes à outra aula só apanhou o autocarro que passou daí a 10 minutos e chegaram à aula meia hora depois de começar... são as condições que temos :P Enfim, hoje não tive muita razão de queixa porque a tarde acabou por ser porreira e tal ^_^ Vamos a ver como é o resto da semana. If nothing else, there's always some people to mock :P

5 comments:

David Santos said...

olá!
só para dizer que deixei um link para o teu blog no Matiné.

Um abraço

XTG said...

sapatilhas! tens k xegar a esse tema ;)

fartei-me de rir com a cena dos autocarros lol; realmente quando aí estive contigo os gajos conduziam aquilo estilo formula 1. aqui esse espirito ferrari não é tão geral como aí, mas abrir portas é o mesmo lol. aliás, eu há já muitos anos que desisti de correr para os autocarros depois de eles começarem a andar :P

****

TF said...

É engraço (aliás, não tem graça nenhuma), quase toda a gente que conheço no primeiro mês de aulas anda um bocado para baixo, eu incluido. Não sei se é a inércia de recomeçar o ano, ou o tempo, não faço ideia.
Tu ao menos tens uma coisa óptima: tens umas aventuras e peras nas aulas práticas, ao contrário de certas pessoas que passam quase 5h metidas num laboratório a esterilizar meios de cultura. Ooooh, the pain!!!!
:P

Anonymous said...

Help me Dude, I'm lost.

I was searching for Elvis and somehow ended up in your blog, but you know I'm sure I saw Elvis in the supermarket yesterday.

No honest really, he was right there in front of me, next to the steaks singing "Love me Tender".

He said to me (his lip was only slightly curled) "Boy, you need to get yourself a shiny, new plasmatv to go with that blue suede sofa of yours.

But Elvis said I, In the Ghetto nobody has a plasma tv .

Dude I'm All Shook Up said Elvis. I think I'll have me another cheeseburger then I'm gonna go home and ask Michael Jackson to come round and watch that waaaay cool surfing scene in Apocalypse Now on my new plasma tv .

And then he just walked out of the supermarket singing. . .

"You give me love and consolation,
You give me strength to carry on "

Strange day or what? :-)

Anonymous said...

Nice Blog

Best Wishes

I have a site 80 million Down Loadable Movies If you have the time stop by.