Monday, October 11, 2004

E viva a Camposa...

... ou não :P Mas já lá vamos. Sábado foi o tal jantar de anos, e eu pensei que só ia eu e o rigormortis assim de povo conhecido, felizmente tive uma surpresa quase à última da hora quando a Litha me ligou ao sair do ballet a dizer que também ia ao jantar :) Veio ter a minha casa e daí a pouco o rigormortis veio buscar-nos. Quanto ao jantar não houve muito que se lhe diga, estava lá um amigo nosso da Secundária, mais uma grande amiga da Litha, e basicamente era esse o people que conhecíamos. E ao todo eram para aí umas 30 pessoas :P Mais ou menos a meio do jantar, começamos a ficar todos um bocado animaditos, e aquilo começou a ficar um ambiente demais, muito curtido! A Litha a pregar as suas típicas partidas a toda a gente, tudo muito fixe, excepto uma discussão que eu e o rigormortis tivemos com a Litha por causa da nossa ideia de darmos a bíblia de satanás a alguém: ela acha que não se brinca com essas coisas, e deu-nos um sermão jeitoso, disse que por ela até podíamos oferecer sacos de vomitado a quem quiséssemos, agora brincar com coisas sérias não. Entretanto chegou outro colega nosso da Secundária, a Litha entreteve-se a contar-lhe mentiras, a dizer que eu e o rigormortis namorávamos, mas foi tão subtil que nós percebemos logo que ela estava a enganar o rapaz a dizer-lhe isso, por isso partimo-nos a rir quando ele vem para a nossa beira cheio de sorrisos dengosos, a desejar felicidades e não sei quê. It was funny ^_^ Para ser mais rápido, vai tipo acta o que se seguiu:
- A Litha decidiu que queria ir dormir a minha casa, eu fiquei contente;
- O rigormortis decidiu que nos queria levar a ver a Camposa (uma zona de Alfena supostamente mal frequentada mas que à noite ninguém lá pára);
- A Litha concordou imediatamente.
- Depois de bolo e champanhe, metemo-nos no carro, levamos a amiga da Litha a casa e ala para a Camposa.
- Litha começou a ficar nervosa: são imaginados diversos cenários, como termos um furo em plena Camposa e sermos assassinados por maníacos com navalhas (não é com machados, porque nós por cá não temos desses) ou ficarmos sem gasolina e sermos assassinados por maníacos com navalhas (basicamente todos os cenários envolviam maníacos com navalhas).
- Decidimos parar para meter gasolina.
- Passamos por uma bomba : fechada.
- Passamos por uma segunda bomba: fechada. O nervosismo alastra-se até mim.
- Terceira bomba: aberta. Paramos. Litha tenta snifar a tampa do depósito da gasolina do carro. Rigormortis tenta perceber o funcionamento da bomba.
- Litha põe a cabeça de fora da janela do carro e começa a dizer disparates.
- Rigormortis acaba de encher o depósito, e guia-nos de volta à estrada.
- Estrada fica cada vez mais escura à medida que avançamos. O número de casas também diminui.
- Rigormortis pára o carro. Litha sai e dá um berro digno de filme de terror, apenas porque lhe apetece, e estamos num sítio tão isolado que ninguém ouve.
- Continuamos a nossa demanda. As casas são todas substituídas por mato cerrado de ambos os lados da estrada.
- Chegamos à Camposa. O sítio é assustador. Não tem iluminação, e o mato é escuro e horripilante. Parece o cenário do filme Dead End, e nós começamos a parecer meios parvos e a ficarmos aterrorizados no carro, a imaginar a quantidade de coisas horríveis que podiam acontecer ali.
- Vejo uma retrete no meio do mato. Aquilo corta o espírito da coisa, desato-me a rir, e de repente já não mete assim tanto medo.
- Chegamos ao fim da Camposa, damos a volta e voltamos para trás pelo mesmo caminho. À segunda já não mete medo quase nenhum, mas mesmo assim é inquietante.
- Chegamos ao fim da Camposa e partimo-nos a rir :D
- Discutimos o quão aterrorizador aquilo foi. Recordamos uma situação semelhante que passamos em Ovar. Voltamos-nos a rir :D
- Ficamos um bocado em casa do rigormortis, brincamos com a Musashi (uma das cadelas dele) e vimos cenas no pc dele (ele e a Litha todos malucos a verem cenas do “Trinitá, o cowboy insolente”, um filme ao qual ,eu confesso, não acho piada nenhuma) e lá para as 3h ele veio-nos trazer a minha casa. A Litha ficou cá, estivemos na conversa até às tantas, dormimos (eu não muito bem graças a um maldito carro que estava estacionado em frente a minha casa e que a certa altura da noite (ou manhã) começou a tocar a bosta do alarme de 15 em 15 minutos *rrrrrrrr*), levantamo-nos também às tantas (a nossa rotina “CRISP-X, breakfast is back”, como gostamos de lhe chamar lol e há que tempos não fazíamos isso) comemos qualquer cena,e depois a Litha insistiu para vermos isto:

Eu gosto deste filme, admito. É por isso que o tenho :P Mas para mim este filme é terrível, porque os meus pobres olhos parecem torneiras quando o vejo, dá para a choradeira como tudo, e com poucos filmes me acontece isto. However, neste, eu sei exactamente as razões por que isso me acontece. Traz algumas recordações bastante más. Mesmo asism, vimos (a Litha insistiu que o meu irmão também visse, mas a pobre criatura não gostou muito do filme, achou-o lamechas e com pouca acção lolol), houve alguma choradeira saudável e muita emoção (coitado do meu irmão, a ver uma chick flick lol), e depois a Litha foi embora, deixando-me a mim e ao meu irmão sozinhos em casa, a apanhar grande seca. Ainda telefonei à M&Ms, que andou desaparecida do mapa durante o fim-de-semana, para ver se ela queria passar lá por casa, mas guess what, ela andava às voltas a preparar as suas aulas de laboratório, e portanto nada feito. Fui alugar um moobizito, já que estava a precisar de me rir (isto de eu me pôr a ver filmes deprimentes quando ando assim não é muito boa ideia, embora desta vez tenha sido uma experiência muito gratificante),e o meu irmão quis alugar o “Austin Powers in Goldmember”. Tudo bem comigo, era uma comédia, tass bem, viu-se na boa, teve os seus momentos, mas digo-vos já me estava a passar de estar sozinha em casa, fez-me falta a companhia, e se a Litha não tivesse estado comigo, tinha sido muito mau. Ainda bem que ela me salva assim quando eu preciso :)<>
Hoje lá fui para as aulas, depois de quase 2 semanas sem pôr os pés na faculdade, e veio ao de cima toda a vergonha da cena da bebdeira, desgraçadamente toda a gente se lembrava lol Quem me dera que tivessem esquecido, mas não! Eu e o Tone (que daqui para a frente vou-lhe mudar o nome para Citrus, porque é isso que lhe chamo a maior parte do tempo) fomos bem gozados hoje... Tomara, as figurinhas lindas que fizemos... :\ Mesmo assim, fui a todas as aulas hoje (menos à teorica de química, isso não é uma aula mas sim um antro de tortura psicológica), aprendi coisas tão relevantes como o funcionamento de uma ETAR – e também que o meu professor acha que as ETARs são um alvo ideal para atentados. Encontrei a M&Ms na fila para a reprografia, pronta a emergir-se em fotocópias, de certeza lol Eu também tinha de ir lá tirar umas cenas, mas a fila estava tão grande que desisti... Anyway, foi porreiro vê-la, pena termos falado pouco tempo.
A aula de microbiologia ambiental prática foi alto secanço, eu e a minha colega de laboratório queríamos sair mais cedo mas não deu, a aula passa super devagar, ainda por cima só temos 1 centrifugadora e dois espectofotómetros (um dele que de certeza que é, no mínimo, dos anos 50) para uma turma inteira. E tivemos de estar a fingir que fazíamos um gráfico chatíssimo, porque ninguém sabia exactamente de que é que era o gráfico. Muito construtivo. A meio da aula pedi licença a profe para ir à casa de banho e fui ligar à Litha, foi a 1ª vez que fiz isto, mas ainda bem que o fiz, senao ia estar a stressar o resto da aula toda :P Ao menos saímos a horas, e não meia hora mais tarde como na última aula. Bem, ainda tenho uma semana inteira pela frente! E com práticas de Química!! Argh *bangs head on keyboard* Tenho sorte de estar na turma da Porphyra, senão era mesmo uma cena para chumbar por faltas, aquilo é horripilante.
Bem , se for esse o caso boas aulas para vocês, força aí que eu por cá também tento sobreviver!

2 comments:

XTG said...

1 - Parabéns, os teus posts crescem a olhos vistos :D

2 - Não gostas do Trinitá???? >_<

3 - A Camposa é mal frequentada de dia mas de noite não? What a strange place lol :P

4 - Gosto de chick flicks, mas esse não vi.

5 - Quebraste a promessa e não viste o Eternal Sunshine antes dos outros. Die Nakamura-san, dddiiiiiiiiiieeeeeeeeeeeeeeeeeee!!!!!!! >_<

*** lol

nakamura_michiyo said...

1. Tens toda a razão, parece que quando eu venho aqui postar tenho de escrever muitas coisas e os posts ficam enormes :\ lol devo ser mesmo chata de ler >_< hihi
2. E pois é, não gosto muito do Trinitá, confesso, vá, podem-me castigar, mas que é que eu vou fazer? *sigh* Não posso gostar de tudo! E cowboyadas nunca foi muito comigo, apesar de gostar bastante do "Silverado" - é um dos poucos filmes de cowboys do qual eu gosto.
3. A Camposa é um sítio muito estranho, parece saído de outra dimensão ou de um filme de terror. Durante o dia, há pessoas que se aproveitam daquela isolação toda para certos negócios obscuros, ou para local de trabalho, if you know what I mean (pelo menos isto é o que ouço dizer, porque nunca lá fui de dia). Mas á noite, palavra, aquilo é tão creepy que acho que ninguém tinha coragem para ficar lá mais de 10 minutos sem se borrar de medo. Portanto nem bem nem mal-frequentado - não é frequentado de todo, a não ser por malucos como eu e os meus amigos.
4. Se gostas de chick flicks, se calhar gostavas daquele filme... mas sinceramente até tenho medo de o aconselhar, se depois não gostas quem passa vergonha sou eu, ficas a pensar que só vejo filmes que são uma porcaria! xD
5. Gomennasai, XTG-san!! Eu prometo vê-lo antes do final da semana! ;) ****